Carnaval Carnaval 2017

...ainda sobre o [Carnaval 2017] no Rio de Janeiro

23:58Fabio Velasco

Em primeiro lugar: Parabéns Portela!!!

Não posso deixar de ressaltar dentre vários fatos ocorridos durante o desfile das Escolas de Samba do grupo especial do Rio de Janeiro, dois acidentes em carros alegóricos das G.R.E.S. Paraíso do Tuiuti
e G.R.E.S. Unidos da Tijuca respectivamente durante os desfiles.

...em fria e direta análise, é justo que a Liesa aceite, mesmo com o apoio da maioria das agremiações do Rio de Janeiro, tome a decisão de não rebaixar nenhuma escola no carnaval 2017 para os desfiles de 2018?

O Carnaval 2017 no Rio de Janeiro foi marcado por acidentes que vitimaram pelo menos 32 pessoas, e a Liesa decide não rebaixar nenhuma escola devido ao ocorrido. Então possíveis imprudências, imperícias, irresponsabilidades, despreparo e outros são beneficiados pelo "não rebaixamento"? É claro que os fatos estão sendo apurados a fim de identificar os responsáveis, mas porque manter as escolas no grupo especial após as ocorrências?

O fato exposto da Unidos do Viradouro é proposital, a escola foi rebaixada por ter sido prejudicada por forte chuva no momento em que entra na Sapucaí, tem suas alegorias danificadas, as fantasias despencavam pela avenida, os instrumentos desafinavam e arrebentavam com tanta água, e em fim, culpados? Lógico que não, ação da natureza!

Com muita tristeza mas de cabeça erguida a escola de Niterói vem lutando para voltar a elite do samba, e este ano chegou a ser a vice-campeã da série A.

Conclusão, a escola que sofre com a ação na natureza é rebaixada, paciência que a chuva caiu no momento do desfile prejudicando a escola para se manter no grupo especial não é mesmo? Mas espere, as escolas que este ano não sofreram com ação da natureza, mas por ação humana e/ou mecânica(sendo apurada pela perícia), a Liesa decide mantê-las no grupo especial, lamentável...
  Fabio Velasco


Portela é a campeã do carnaval 2017 do Rio de Janeiro após 33 anos de jejum

Escola apresentou as lendas dos rios na avenida. Com 22 títulos, Portela é a que mais vezes foi campeã no carnaval do Rio.

A Portela quebrou um jejum de 33 anos e é a grande campeã do carnaval do Rio de 2017. No segundo ano com o carnavalesco Paulo Barros, a escola de Madureira desfilou na avenida as lendas dos rios. Agora com 22 títulos, a Portela é a escola que mais vezes foi campeã. A Mocidade Independente de Padre Miguel ficou em segundo lugar. A Acadêmicos do Salgueiro foi a terceira colocadas.

Fonte: G1

Acidente com carro da Paraíso do Tuiuti deixa 20 feridos na Sapucaí

O acidente aconteceu na entrada do último carro, no início da avenida.
Três pessoas passaram por cirurgia e o estado de saúde delas é delicado.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu inquérito para investigar o acidente com o carro alegórico da escola Paraíso do Tuiuti. Vinte pessoas ficaram feridas.
O acidente aconteceu com o último carro alegórico, no início da Sapucaí, em frente à arquibancada do setor 1. O carro bateu na grade que divide a arquibancada da pista e as pessoas foram prensadas contra a grade.
Vinte pessoas ficaram feridas, três passaram por cirurgia e estão internadas. Segundo os médicos, o estado de saúde delas é delicado.

O carro continuou o desfile, atravessou o sambódromo e foi periciado por uma equipe da Polícia Civil já na dispersão. Hoje o carro passou por nova perícia. Na parte de baixo, os peritos encontraram uma das rodas, que giram de acordo com a direção do carro, quebrada. A perícia não tem data para ser concluída.

Em nota, a escola de samba Paraíso do Tuiuti disse que se prontificou a prestar esclarecimentos e que vai oferecer assistência aos feridos.

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, a Liesa, também lamentou o acidente e disse que todos os feridos foram prontamente socorridos pela Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: G1

Acidente com carro da Unidos da Tijuca deixa 12 feridos

Teto do segundo carro alegórico despencou. Além dos 12 feridos, oito pessoas receberam assistência psicológica por terem ficado abaladas.

O segundo dia de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio, que terminou com a passagem da Mangueira pela Avenida, infelizmente foi marcado por mais um acidente, desta vez com um carro da Unidos da Tijuca.
Doze pessoas ficaram feridas e oito receberam assistência psicológica por terem ficado muito abaladas com o acidente. Nove dos 12 feridos foram encaminhados de ambulância para hospitais da rede pública municipal.

A Unidos da Tijuca foi a quarta escola a entrar na Sapucaí e o acidente aconteceu logo no início do desfile, por volta dos sete minutos. O teto do segundo carro alegórico despencou com os componentes e sobre outros componentes que estavam em baixo.

Fonte: G1

Nenhuma escola do Rio será rebaixada, decide Liesa após acidentes

Treze escolas desfilarão no Grupo Especial do carnaval do Rio em 2018. Uma escola da Série A sobe para a elite do carnaval esse ano.

Nenhuma escola do Grupo Especial será rebaixada para a Série A no carnaval desse ano no Rio de Janeiro. A decisão foi tomada pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) após uma reunião de emergência.
O que teria motivado a decisão foram os acidentes envolvendo os carros da Paraíso do Tuiuti e da Unidos da Tijuca, que deixaram pelo menos 35 pessoas feridas nos desfiles do Grupo Especial entre a noite de domingo (26) e a madrugada de terça-feira (28) de carnaval.

A decisão teria ocorrido em consenso com todos os presidentes das agremiações. Em função disso, no carnaval de 2018 o Grupo Especial terá 13 escolas desfilando, das quais duas serão rebaixadas para a Série A do carnaval. Uma escola da Série A sobe para o Grupo Especial este ano.
O presidente da Mocidade disse que a escola acatou mas que o presidente é contrário a decisão. "A minha opinião é contra. Eu fiz um carnaval para brigar. Com essa decisão, lógico que não queria que isso acontecesse. Mas acho injusto", criticou Waldyr Trindade.

Fonte: G1

[...relembrando]

Carnaval de 2015 [Viradouro], rebaixada, volta para a Série A do carnaval do Rio

Escola abriu desfiles do Grupo Especial sob forte chuva.
Desfile foi prejudicado por falhas de som e problemas com carros.

Rebaixada, a Unidos do Viradouro abriu o carnaval do Grupo Especial do Rio e sofreu com a chuva, que estragou as penas de algumas fantasias. Foi prejudicada também com falhas no som, duas já nos 10 minutos iniciais do desfile. O último carro mostrou anjos negros: um deles com braço danificado.


O quarto carro da escola teve problemas quando o guindaste Carvalhão não conseguiu aproximação suficiente e três destaques do final da alegoria tiveram de ir para o chão. Os diretores de harmonia e responsáveis pelo carro tentaram quebrar as folhas da saia do carro para a aproximação do guindaste, sem sucesso.

A agremiação volta para a Série A, de onde saiu em 2014.

Juliana Paes, principal musa da escola, veio logo na comissão de frente. Famosos como o tenista espanhol Rafael Nadal e o ex-tenista Gustavo Kuerten, desfilaram com capas de chuva e camisas da Viradouro.

A rainha de bateria Raíssa Machado desfilou dois meses após ter dado à luz.
Com 30 alas e sete carros, a escola mostrou o enredo "Nas veias do Brasil, é a Viradouro em um dia de graça", sobre a importância da raça negra na formação do povo brasileiro.

O samba uniu duas composições de Luiz Carlos da Vila, morto em 2008. Entre os 3500 componentes, crianças desfilaram na ala da energia renovadora, sobre as divindades infantis.

A escola vermelha e branca se distribuiu pela avenida com alas sobre girafas e carro abre-alas com animais selvagens africanos, com destaque para leões, além de máscaras de rituais.

Fonte: G1
A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu nesta quarta-feira (1) que nenhuma escola do Grupo Especial será rebaixada neste ano. A decisão, tomada em uma reunião antes do início da apuração do desfile, ocorreu... - Veja mais em https://carnaval.uol.com.br/2017/noticias/redacao/2017/03/01/nenhuma-escola-do-rio-sera-rebaixada-decide-liesa-apos-acidentes.htm?cmpid=copiaecola
A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu nesta quarta-feira (1) que nenhuma escola do Grupo Especial será rebaixada neste ano. A decisão, tomada em uma reunião antes do início da apuração do desfile, ocorreu... - Veja mais em https://carnaval.uol.com.br/2017/noticias/redacao/2017/03/01/nenhuma-escola-do-rio-sera-rebaixada-decide-liesa-apos-acidentes.htm?cmpid=copia

You Might Also Like

4 comentários

  1. Parabéns Fabio!! Qualidade de conteúdo, comentários precisos e de alto nível. A decisão dá Liesa é uma vergonha e no mínimo suspeita. Minha Viradouro é como a Fênix, ressurgi das cinzas. Já já voltamos pro Grupo Especial,nosso lugar. FC.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto, bem objeto e com uma grande riqueza de informações. Parabéns pela matéria!!!

    ResponderExcluir

Termos de uso:
Não use palavras de baixo calão
Não seja um spammer, comente com sabedoria
Não utilize caixa alta

Comments System

Disqus Shortname

Popular Posts

Formulário de contato